Os 11 fatos históricos sobre a maconha

Os 11 fatos históricos sobre a maconha

1 – O uso da maconha faz parte dos rituais de muitas tradições religiosas em todo o mundo. Em nações islâmicas, aceita-se ao lado do café e tabaco, o álcool é estritamente proibido.

2 – O primeiro registro do uso da maconha como uma droga medicinal ocorreu em 2737 aC pelo imperador chinês Shen Nung. O imperador documentou a eficácia da droga no tratamento das dores de reumatismo e gota.

3 – De 1850 a 1942, a maconha foi listada nos Estados Unidos como um medicamento útil para náuseas, reumatismo e dores de parto e podia ser tranquilamente obtida em lojas e farmácias.

4 – Defensores da maconha medicinal acreditam que a droga tem um grande valor clínico para os pacientes que sofrem de AIDS, glaucoma, câncer, esclerose múltipla, epilepsia e dor crônica. Vários estudos ao longo dos anos têm sido publicados para apoiar e documentar essa crença.

5 – Em 1996, a Califórnia se tornou o primeiro estado dos Estados Unidos a liberar o uso da maconha para fins medicinais com recomendação médica.

6 – O nome “maconha” vem de uma gíria mexicana e acredita-se ter derivado da pronúncia espanhola do nome Mary Jane , que também era uma gíria mexicana comum para uma prostituta ou bordel. Marijuana entrou em popularidade como um nome para cannabis nos Estados Unidos durante o final de 1800.

7 – Em 6000 aC as sementes de cannabis eram usadas ​​como fonte de alimento na China.

8 – De acordo com um relatório, seriam necessários 800 cigarros de maconha fumados ao mesmo tempo para matar uma pessoa adulta, mas a causa da morte seria envenenamento por monóxido de carbono.

9 – Na década de 1890, a maconha era comumente recomendada como um substituto para o álcool. A razão para isto era que o uso da maconha não conduzia à violência doméstica, enquanto o abuso de álcool sim.

10 – George Washington, além de ter sido presidente dos EUA , também foi um grande agricultor que plantava maconha em sua fazenda e promoveu o crescimento da indústria baseada nela. Na década de 1790, a safra foi cultivada principalmente pelo valor industrial do cânhamo. Muitos anos depois seu uso recreativo e ilegal de maconha tornou-se popular.

11 – Os dois primeiros rascunhos da Declaração de Independência dos Estados Unidos foram escritos em papel feito de cânhamo (nome que recebe as variedades da planta Cannabis ruderalis).

Deixar comentário

Clique aqui para postar um comentário