Homem ímã. Será que isso existe mesmo?

Etibar Elchiyev homem ímã
Imagem: Society TPX

Você talvez já tenha visto na TV ou na internet os incríveis homens que atraem diversos objetos para sua pele, mas será que o ser humano tem realmente essa habilidade de magnetismo?

Esse fenômeno é conhecido como ímãs humanos ou magnetismo humano e apesar desses objetos de metais serem os mais populares, outras pessoas conseguem atrair também os vidros, porcelanas, madeiras, plásticos e até mesmo aqueles metais que não possuem propriedades ferromagnéticas, como o latão e o alumínio.

Mas, nenhuma das reivindicações registradas de magnetismo humano corresponde à real física do magnetismo, apontando que essa “capacidade” é de fato, apenas um mal-entendido da física.

Os principais imãs humanos

Aurel Răileanu da Romênia, também conhecido como Mr. Magnet; é dito ser o imã humano mais forte que já se ouviu falar. Tem também o Etibar Elchyev da Georgia, que é titular do recorde como o homem que conseguiu atrair mais colheres no corpo e está registrado no Guinness World Record. Ainda tem o Ivan Stoiljkovic, um menino da Croácia, Liew Thow Lin, que é conhecido como Mr. Magnetic Man e por fim o Wang Baoqiang, de Shaoxing, China.

Explicações

De acordo com os cientistas, colar objetos em seu corpo, não tem nada haver com o magnetismo. O céptico Benjamin Radford usou uma bússola para verificar o campo magnético de uma pessoa que afirmou ser um imã humano, mas ressaltou que uma pessoa não pode na verdade produzir campos magnéticos, uma vez que esse fenômeno só ocorre devido aqueles que possuem uma pele pegajosa.

Cientistas da Universidade de Tecnologia da Malásia não encontraram nenhum campo magnético no corpo de Liew Thow Lin, porém identificaram que sua pele exibia altos níveis de fricção, promovendo então um “efeito de sucção”. E o curioso é que essa habilidade parece ser genética, uma vez que surgiram nos três netos de Lin.

VEJA ESSES ARTIGOS TAMBÉM:

Deixe seu comentário

Clique aqui para deixar um comentário