Cada dente está ligado a um órgão específico do seu corpo

Você sabia que cada dente seu é ligado a um órgão do seu corpo? Por isso, a dor de dente pode revelar problemas em um dos órgãos do seu corpo. Sabe aquela simples dorzinha de dente, então, ela pode indicar que existe um problema no seu órgão que nada tem a ver com a região da boca.Conhecer quais órgãos estão relacionados a cada dente pode ser de grande utilidade, mas não é toda dor de dente que tem relação com um problema em seu órgão, pois muitas delas podem ser motivadas por alguma lesão ou uma cárie originada por uma má escovação, por exemplo.

De acordo com muitos especialistas, a condição dos nossos rins e bexiga é mantida pelos incisivos inferiores e superiores (primeiro e segundo) já os dentes do siso podem acusar problemas no coração e intestino delgado.

 

Os caninos estão associados a condição normal do fígado e a bile. Os pré-molares estão intimamente ligados ao seu pulmão e cólon, assim eles indicam em que condição esses órgãos estão. Os molares (6 e 7) indicam a condição de pâncreas, baço e vesícula biliar.

No entanto, existem doenças que não podem ser indicadas pelo dano do seu dente desde que já foi removido. Essa dor é chamada de dor fantasma e geralmente aparece como um sinal de que um órgão afetado está enviando para seus dentes.

Existe, definitivamente, uma forte conexão entre seus órgãos e seus dentes, portanto, assegure-se de prestar muita atenção ao estado dos dentes para detectar as doenças o mais cedo possível. Além disso, devido a esta forte conexão, você experimentará dores de cabeça ou enxaquecas.

Por exemplo, se suas raízes estão inflamadas, você experimentará dor na sua área parietal. Por outro lado, você sentirá dor na área frontal se houver um problema com as lesões nos incisivos superiores.

Reações alérgicas como asma ou tinosinusite, bem como pneumonia crônica e colite são indicadas com dor em seu quarto e quinto molar, entre outras ligações que você verá abaixo, de acordo com a tradicional medicina chinesa.

Veja:

  1. Incisivos superiores e inferiores: sinal de cistite, otite ou pielonefrite.
  2. Primeiro incisivo: sinal de tonsilite e prostatite.
  3. Caninos: sinal de colecistite ou hepatite
  4. Pré-molares: pode ser sinal de colite, reação alérgica, pneumonia ou disbiose intestinal.
  5. Quarto dente superior ou inferior: pode ser doença do cólon ou até mesmo artrite,  problemas nos joelhos, cotovelos e ombros.
  6. Dentes molares: indica úlcera gástrica, pancreatite, úlcera duodenal, anemia e gastrite crônica.
  7. Sexto dente inferior: sinal de problemas nas artérias.
  8. Sexto dente superior: é frequentemente associada a inflamação dos ovários, baço, tireoide, sinusite e doenças da faringe.
  9. Molares inferiores: tem relação com varizes, pólipos no cólon ou esteja com algum problema no pulmão, como asma, bronquite e pneumonia.
  10. Dentes do siso: está relacionado com problemas cardíacos e defeitos congênitos.