21 Profissões de 6 àreas que vão Desaparecer no Futuro

Com o avanço da tecnologia, muitas profissões estão desaparecendo, sendo substituídas por robôs. Muitos pais e mães instruem seus filhos para que virem médicos e advogados, teoricamente profissões mais seguras.

O que muitos não esperavam é que a revolução digital passasse a ameaçar muitos cargos que hoje ainda são populares. Essa revolução vem acontecendo há décadas, e já acabou com diversas profissões.

Continue lendo e veja quais profissões você precisa evitar. Essas profissões serão substituídas em até 20 anos:

Contabilidade – Sim, o contador pode desaparecer:

Criptomoedas, blockchain e digitalização são os três principais fatores que farão o contador ser passado para trás.

Como as transações se tornam mais públicas, é praticamente impossível ocorrer fraude, a alternativa para os contadores é recorrer ao entendimento de administração de carteira virtual e blockchain.

Contabilidade é uma área com muitas profissões ameaçadas de desaparecer.

O que pode ser uma alternativa ao emprego anterior, mas, com a mesma base de conhecimento. As principais áreas de risco são:

1. Contadoria na área de impostos,

2. Assistência de empréstimos,

3. Análise de crédito; e

4. Análise de orçamento.

Direito:

Ser advogado é uma posição de muito status e, possivelmente ainda perdurará por um bom tempo.

Contudo, a sistematização de softwares ligados diretamente ao governo, a utilização de algoritmos e planilhas serão a ruína de duas funções em particular:

5. Assistente Paralegal;

6. Escrivão.

Transporte – Uma das profissões mais ameaçadas:

Veículos autônomos já são uma realidade por mais que ainda estejam em fase de testes. Mesmo com todas as adversidades no início deste projeto, a tendência será justamente a automatização em prol da precisão destes serviços.

Os principais atingidos pelos sistemas autônomos serão:

7. Motoristas de caminhão,

8. Taxistas,

9. Motoristas de ônibus; e

10. Auxiliares de estacionamento.

Gastronomia:

Uma realidade um pouco mais distante, possivelmente, ainda mais para o nível transitório do Brasil.

A tecnologia pretende viabilizar impressoras de alimentos, menus interativos que anotam os pedidos até mesmo via smartphone, e até atendentes robotizados.

Os principais alvos serão

11. Cozinheiros de restaurante,

12. Garçons,

13. Cozinheiros de lanchonete

14. Barmen.

Vendas:

Aquilo que já é uma realidade onde programas pré-definidos já atuam diariamente substituindo pessoas. O mercado dos softwares interativos tem se mostrado muito avançado em grandes países.

Serviços com profissionais flutuantes que procuram um emprego transitório tendem cada vez mais a aderir à tecnologia.

Este mercado visa excluir principalmente:

15. Operadores de telemarketing,

16. Caixas,

17. Vendedores de varejo

18. Vendedores de seguro.

Arquitetura e engenharia:

Algoritmos são o futuro do mundo. A maioria das funções técnicas que demandam de cálculo e precisão podem muito bem ser substituídas por máquinas que tenham um nível de precisão e velocidades muito maiores que um humano.

Áreas que demandam de imagem e ação tendem a perder o seu espaço para as máquinas dominadas por algoritmos inteligentes. São exemplos de profissões:

19. Cartografia,

20. Desenho de eletroeletrônicos,

21. Desenho de arquitetura

A tecnologia caminha para criar uma inteligência artificial infalível. Por enquanto a essência do ser humano ainda não pode ser replicada em laboratório. Apenas por enquanto.

Se você está procurando saber quais profissões quer evitar, precisa conhecer tamém as profissões mais perigosas do mundo. Clique Aqui.

Autor do Texto: Guilherme Vieira

Deixar comentário

Clique aqui para postar um comentário