Veja os objetos que você não deve comprar usados

Veja os objetos que você não deve comprar usados

Devido à crise no país, as pessoas estão buscando comprar algumas coisas usadas para economizar em seu orçamento, mas um conselho para quem busca essa economia, é saber se vale a pena comprar itens usados.

Especialistas em vendas online afirmam que não compensa adquirir objetos usados, eles acreditam que o desgaste causado pelo uso pode comprometer na segurança de alguns utensílios e até ocasionar problemas futuro de saúde ao usuário. Veja a seguir quais tipos de itens usados você deve evitar para que o barato não saia caro:

1) Capacetes para bicicletas e motos

Considerado um item de segurança, o capacete é um objeto, assim como a cadeirinha de bebê são feitos para suportar apenas uma batida. O acessório pode parecer semi novo, mas não quer dizer que já não tenha suportado o impacto de um acidente, por isso não vale a pena arriscar comprando esse objeto usado.

Uma pequena batida pode ser suficiente para para o capacete ficar em pedaços durante um acidente, consequentemente, deixando o usuário completamente desprotegido. Será que vale a pena correr esse risco? Pense bem antes de economizar nesse item, pois o barato pode custar sua vida.

2) Colchões

Colchões é um objeto cheio de bactérias, como os ácaros, pulgas e percevejos, o que torna a compra do objeto de segunda mão arriscada.

Os colchões tem vida útil, que varia de 5 a 10 anos. As substâncias antifungos e bactericidas perdem seu efeito ao longo do tempo, o que torna o objeto mais exposto à essas bactérias. Ainda tem o fato de que o colchão tende a se moldar ao formato do corpo do usuário, sendo assim, a pessoa que compra o colchão usado pode sentir por um longo tempo incômodo ou dores nas costas, devido ao biotipo diferente do antigo proprietário, além do desgaste do material do colchão que pode ocasionar dores no corpo. Será que vale a pena economizar e ganhar noites mal dormidas?

3) Pneus de carro

Esse é um dos objetos de segurança e que jamais deve ser economizado, pois o desgaste do objeto ao longo do tempo altera a composição de segurança dos pneus diminuindo a aderência da borracha ao solo, o que pode ocasionar derrapagens e perda de controle do carro.

Assim como no caso dos capacetes, não é possível identificar como os pneus foram usados anteriormente. Se o antigo dono costumava utilizado erroneamente, enfim, dependendo da forma com que é usado pode provocar problemas internos no pneu, que são invisíveis a olho nu.

4) Eletrodomésticos

Hoje em dia, os eletrodomésticos em geral parecem ter prazo de validade, normalmente de 1 a 2 anos, além de uma maior fragilidade. Normalmente, quando o produto está fora da garantia a substituição e conserto do objeto pode sair mais caro que um novo, principalmente se envolver troca de peças originais. Por isso, é melhor evitar a compra desses eletrodomésticos usados, que podem te trazer dores de cabeça e causar prejuízos.

5) Software de computadores

Antes de comprar softwares de segunda mão, o ideal é verificar se o programa vem corretamente, principalmente com o código de ativação do produto. Programas para computadores usados podem ser uma grande cilada porque eles costumam vir com um código de instalação, o que impede seu funcionamento.

6) Sapatos

Sapatos acredito ser um dos objetos mais pessoais, pois com o tempo o sapato se molda ao nossos pés, ou seja, comprar um sapato usado pode até te servir, mas é provável que ele machuque seu pé ao longo do dia. Os tênis de corrida são os que mais rápido passam pelo processo de molde, por conta do uso intensivo, então, sapatos seminovos com molde do pé de outra pessoa pode ocasionar desconforto com o tempo.

7) Panelas

Panelas usadas podem até ter aquela aparência de nova, mas podem ter a segurança comprometida caso apresentem algum sinal de desgaste, ainda que pequeno. As panelas normalmente descascam no fundo ou arranham ao longo do tempo perdendo assim então sua proteção necessária para evitar o contato entre o metal e os alimentos, o que pode contaminá-los. Dependendo do material e tipo de panela, o metal pode liberar substâncias tóxicas que provocam doenças.

8) Notebooks

Peças de notebooks tem uma tendência maior de se desgastar com o tempo mais que os desktops, hoje em dia, o material utilizado na composição do notebook não é mais tão duradouro. Ele pode até aparentar estar em ótimo estado, mas suas peças com certeza já se desgastaram ao longo do tempo. Poderá então ter problemas com o hd, memória ou até mesmo a placa mãe. Não é recomendado a compra desse objeto de segunda mão, pois a falta de garantia pode te trazer maiores problemas futuros, pois as peças de reposição de notebooks são caras, fazendo então com que perca toda a economia adquirida.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

REDES SOCIAIS

Parceiro