Curiosidades

Um homem teria sido curado da AIDS

Um homem foi curado da AIDS

A aids é o estágio mais avançado da doença que ataca o sistema imunológico. A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, como também é chamada, é causada pelo HIV. O organismo fica vulnerável a várias doenças quando o vírus ataca as células de defesa do nosso corpo, como um pequeno resfriado a infecções mais graves como tuberculose ou câncer. O próprio tratamento dessas doenças fica prejudicado.

Alguns anos atrás, quando uma pessoa recebia o resultado dos exames como portador da Aids, logo era uma sentença de morte. Mas, hoje em dia, é possível ser soropositivo e ter uma vida normal. Porém, é necessário que faça o tratamento corretamente, conforme recomendações médicas.

aids

O Ministério da Saúde recomenda fazer o teste sempre que achar que passou por alguma situação de risco, pois descobrir a doença precocemente é fundamental para aumentar ainda mais a sobrevida da pessoa.

O vírus pode ser transmitido pelo contato com sangue, sêmen ou fluidos vaginais infectados. Dentro de algumas semanas da infecção por HIV, podem ocorrer sintomas semelhantes à gripe, como febre, dor de garganta e fadiga. Depois disso, a doença geralmente é assintomática até progredir para a AIDS e pode durar anos ou a vida inteira.

Não existe cura para a AIDS, mas a adesão rigorosa aos programas de regimes antirretrovirais (RARs) pode retardar o processo de progressão da doença, bem como prevenir infecções e complicações secundárias. Atualmente, existem aproximadamente mais de 150 mil casos por ano no Brasil.

Cura

Algum tempo atrás, alguns médicos acreditam que um homem infectado com HIV foi curado com o uso de tratamento experimental com células-tronco. Timothy Ray Brown, também conhecido como o “paciente de Berlim”, recebeu um transplante de células-tronco em 2007. Neste mesmo ano, segundo exames, o HIV teria desaparecido, sendo assim, a primeira pessoa a ser curada de HIV.

Alguns outros estudos demonstram que quando as pessoas que possuem uma boa saúde tomam anti-retrovirais, que é uma droga usada no tratamento da AIDS, suas chances de contrair o HIV é reduzida em até 73%.

 

REDES SOCIAIS