Saiba como se forma o chulé e como preveni-lo

Chulé é o nome popularmente dito à bromidrose que ocorre nos pés, mais precisamente podobromidrose. É causada pelo suor excessivo na planta dos pés e agravada pela falta de higiene, assim, contribuindo para o surgimento e proliferação de fungos e/ou bactérias. Um pé mal higienizado é o ambiente ideal para estes micro-organismos se alimentarem e se multiplicarem.

Qualquer pessoa, independente da idade ou do sexo, está suscetível a ter chulé. Mas, os adolescentes tem maior probabilidade de sofrer com o chulé, pois os hormônios aumentam a transpiração nos pés.

como-se-forma-o-chule

Porém, às vezes o suor excessivo também pode estar relacionado a doenças como hipertiroidismo, diabetes e obesidade. Em alguns casos, o chulé acompanha problemas como micoses, alergias e eczema.

Mas, como ocorre o chulé?

O mau cheiro decorre da ação de bactérias que se alimentam do suor e de todo material que se encontra sobre a pele.

As bactérias estão presentes na epiderme, a camada superficial da pele. A umidade faz com que elas proliferem mais rapidamente.

Os microrganismos decompõem o suor excessivo. A decomposição é um processo de fermentação e libera gases de odor ruim. Isso é mais comum ocorrer em sapatos fechados, de borracha ou de plástico e meias sintéticas facilitam a produção de suor e impedem a ventilação dos pés.

Para reduzir o mau cheiro provocado pelo chulé, é necessário fazer com que o suor dos pés diminua ou reduzir as bactérias que estão na região dos pés.

Alguns tratamentos

Antissépticos – Auxiliam na prevenção da proliferação de bactérias, além de funcionar como compressores dos poros e inibidores da secreção de suor.

Iontoforese – São placas em que são colocadas na região plantar, promovem uma troca de íons que diminui a transpiração.

Medicamentos – O uso de medicamentos só é indicado em casos extremos e deve ser prescrito por um médico.

Como prevenir?

  • Use meias de algodão.
  • Evite ao máximo usar sapatos e tênis sem meias.
  • Expor os sapatos ao sol e usá-los em dias alternados.
  • O ideal é trocar de sapatos e meias uma ou duas vezes por dia.
  • Sempre que possível, evite o uso de calçados fechados para que os pés sejam arejados.
  • Tente secar o suor dos pés durante o dia.
  • Lave os pés pela manhã e à noite, principalmente entre os dedos.
  • Use cremes esfoliantes pelo menos 1 vez por semana e lave os pés sempre utilizando uma bucha vegetal, esfregando-a especialmente na sola dos pés, eliminando assim as células mortas.
  • Hoje em dia existem palmilhas com Nanotecnologia que combatem o chulé como a Silverpower da Mr. Step tratada com íons de prata.
VEJA ESSES ARTIGOS TAMBÉM: