Os 9 casos rídiculos de supostas possessões demoníacas

possessões demoníacas

Se você já leu a Bíblia, você sabe que Satanás (demônio) foi um anjo caído e que se transformou em uma entidade do mal. Então, obviamente aqueles que cultuam utilizando seu nome não são pessoas boas, certo? Não exatamente.

Ao longo dos séculos, nós provamos a nós mesmos como detectar de verdade um ato satânico ou uma suposta possessão, o que obviamente não tem nada haver com os casos citados abaixo, pois são casos absurdamente ridículos e não fazem o menor sentido em ter ocorrido, porém naquela época qualquer anormalidade já era imposta como coisa do mal, como no caso das bruxas de Salem que gerou uma grande tragédia na época.

Veja abaixo a lista de algumas curiosidades que ocorreram na época.

1. O Galo Basel

Em 1474, um galo suíço ficou conhecido por ter colocado um ovo, só que galos não botam ovo, mas esse galo não foi qualquer galo. Ao invés de descartá-lo, como normalmente faziam nesta época, simplesmente o povo da cidade manteve o galo e o levou a julgamento por possessão demoníaca: um julgamento real, em um tribunal de verdade, com juízes reais. As pessoas na época acreditavam que um galo possuído poderia dar à luz à um monstro tão mal que nenhuma dessas maldades atuais superariam esse monstro. Após as audiências os juízes condenaram o galo Basel  a ser queimado vivo na fogueira – um caso tão singularmente estúpido que 300 anos mais tarde o caso se repetiu.

2. Dungeons & Dragons

Em 1982, um adolescente tendenciando para o lado sombrio cometeu suicídio. Na época houveram rumores de que seu filho havia jogado D & D, pouco antes de sua morte.

“D & D?” O que é isso – um jogo de tabuleiro?”

“Dungeons & Dragons? Inventado por Gary Gygax e Dave Arneson, D & D havia sido inventado em 1979 e tinha apenas cinco anos. Poucos já tinha jogado nada como isso antes. D & D foi inovador. Era um jogo novo você tinha que agir como um herói. O jogo ensinava competências sociais, liderança e estratégia; que inspirou a criatividade e conto de histórias.

No princípio após a morte do adolescente, acreditava-se que o mesmo havia colocado uma maldição sobre o jogo. Passaram-se dois anos e o caso não foi adiante, porém nessa altura o estrago estava feito, e toda uma geração de pais histéricos não deixavam seus filhos ter mais esse jogo, foi o fim do D & D.

3. Pegadas de Satanás

No inverno de 1855 na Inglaterra, a população de Devon descobriu pegadas que chegavam a cobrir 100 milhas do município em um perfeita linha reta. Quando chegaram a casa, elas continuavam por todo o telhado. Os homens locais se armaram-se pois acreditavam que eram pegadas do diabo. Porém, nada de tão anormal e assustador foi encontrado.

4. O Anticristo – Papa

Martin Luther foi uma das figuras mais importantes na história do protestantismo. Ele ajudou a difundir a doutrina protestante e até mesmo fundou seu próprio ramo do Cristianismo. Luther acreditava que o Papa era o anticristo, uma vasta conspiração que sobrevive até hoje. Luther condenou o escritório papal como sendo uma aliança com o Satanás. O Islamismo, o comunismo, o nazismo, a Maçonaria, o assassinato de Lincoln. . . tudo de ruim que já aconteceu na história é dito como uma influência de Satanás.

5. A Possessão Loudon

A Possessão Loudon é, provavelmente, uma dos casos mais estúpidos de bruxaria já registrado. Um grupo de freiras francesas reprimidas começou a sofrer alucinações e sonhos eróticos, consequentemente culpou o Diabo. Esse caso ocorreu no início do século 17. Havia um sacerdote Grandier que foi preso acusado de causar possessão demoníaca. Então, as coisas ficaram realmente esquisitas. Exorcistas foram chamados mas não encontraram nenhum sinal de possessão nas freiras.  Os exorcistas julgaram os pedidos de exorcismo improcedente e Grandier foi libertado sem acusações. Os exorcistas foram orientados a fechar o convento e Grandier foi levado a julgamento por bruxaria. Lá, o juiz determinou que qualquer pessoa que falasse em defesa de Grandier seria multado e torturado. Depois de um julgamento justo e equilibrado, Grandier foi terrivelmente torturada e queimado vivo.

6. Caso dos Venenos

O Caso dos Venenos foi um surto de histeria satanista tão generalizada que chegou a afetar até o rei da França, por volta de 1679. Louis XIV descobriu que alguns nobres e mulheres de sua corte foram recorrer à magias, maldições e poções para conseguirem poder. Segundo a investigação na época, foram encontrados mais de 300 que alegaram terem sido envenenados. Infelizmente, a maioria dos presos eram descendentes de alquimistas, prestidigitadores e charlatões. E, diante de várias tortura e a certeza de morrer eles começaram a acusar qualquer uma pessoa e inventar histórias descabidas sobre elas. Infanticídio, massa negra, sacrifício de sangue, maldições mágicas. . . a polícia francesa acreditava em cada palavra deles. Esse onda de pânico chegou aos tribunais, centenas de pessoas foram atiradas na prisão e dezenas executadas.

7. Mc Martin Pré-Escola Julgamento

Começou em 1983, quando uma alcoólatra, paranoica, esquizofrênica chamada Judy Johnson acusou seu ex-marido Ray de sodomizar o seu filho e as acusações sobre Ray não pararam por aí. Ela também afirmou que seu ex havia tido relações sexuais com animais e realizado orgias satânicas com os outros professores da pré-escola. Ray foi preso e mais de 300 pré-escolares foram questionados de como poderiam manter um líder desses na escola. Os adultos começaram a influenciar seus filhos para inventarem histórias sobre bruxas e túneis secretos escondidos dentro de vasos sanitários. Nos anos 80 esse caso foi um dos mais caros e de uma batalha prolongada resultando no julgamento. Após 1990 os investigadores finalmente perceberam que houve um surto coletivo e ele  foi absolvido sete anos depois de sua desequilibrada ex-mulher inventar que ele era irmão pervertido do Superman.

8. Bruxas – Norte de Berwick

James VI em seu barco a caminho da Dinamarca passou por maus momentos devido a grandes tempestades. Quando James saiu para dar uma mão, uma tempestade surgiu, quase afogando o futuro Rei e Rainha da Inglaterra. Ao invés de ser grato por ter os livrados de uma possível catástrofe, o Rei James chegou a conclusão de que teria sido vítima de um complô de bruxas e imediatamente mandou prender dezenas de pessoas e as torturaram. Houveram uma onda enorme de julgamentos de bruxas em toda a Escócia o que resultaram em até 4.000 pessoas executadas.

9. Música Rock

Os anos 80 foi a época em que a música rock liderava em todo o mundo, muitos estavam convencidos de que o rock estava ligado a satanismo, mensagens subliminares, dentre outras atividades satânicas. No Estado de Nevada colocaram a banda Judas Priest em julgamento após dois rapazes tentaram o suicídio depois de ouvir a sua música, porém a banda foi inocentada por falta de provas de que realmente a música tinha algum poder sobrenatural sobre os ouvintes.

Após esse caso, diversos cantores e bandas foram fortemente criticados sobre o envolvimento com entidades demoníacas, porém até hoje não existem provas concretas sobre tais afirmações. Acredito que o ser humano pode nascer com a índole ruim e muitos deles desencadeiam o mal com o passar do tempo, portanto colocar a culpa em entidades pelas falhas dele não é lá muito justificável.

Se gostou, comente!!!