Os 10 países mais poluídos do mundo

Existem países que emitem níveis altíssimos de dióxido de carbono, muito mais que outros. Nesta lista, você verá os 10 países que mais contribuem para o aquecimento global.

O Global Atmospheric Research, ou O Programa de Pesquisa Atmosférica Global é um programa de pesquisa internacional liderado pela Organização Meteorológica Mundial e pelo Conselho Internacional de Uniões Científicas, onde realiza estudos sobre os países que mais emitem o dióxido de carbono no meio ambiente.

Suas experiências de campo ajudam a fazer progressos significativos na meteorologia, em particular, permitindo grandes melhorias na previsão do tempo numérico. Os números de 2015 ainda não estão disponíveis, então são levados em conta os totais de emissão de 2014, mas já é possível ter uma estimativa das mil toneladas de CO2 emitidos todos os anos, contribuindo para uma péssima qualidade de vida das pessoas e do ar.

10. Brasil – Emissão de: 501.102,85 Ktons de CO2

O Brasil ocupa a 10º posição como emissor de dióxido de carbono, um dos que mais contribuem para o aquecimento global. Em contrapartida, temos um dos maiores ecossistemas e florestas, que é a Amazônia.

poluicao-sao-paulo

9. Canadá – Emissão de: 565.991,53 Ktons de CO2

O governo canadense se preocupa e estuda trabalhar com cientistas e seguir seus conselhos com base na evidência disponível sobre o aquecimento global. O Canadá pretende implementar políticas que contribuam para uma economia de baixo carbono, incluindo atribuição de preço ao carbono.

Devido ao aumento constante de poluentes, está ocorrendo alterações climáticas cada vez mais intensas, e acredita-se que as florestas canadenses estão cada vez mais vulneráveis, e isso está afetando as as inúmeras espécies nas florestas e o ecossistema.

canada-poluicao

8. Coréia do Sul – Emissão de: 610.065,60 Ktons de CO2

Mais de 610 milhões de toneladas de dióxido de carbono foram emitidos no ar em 2014, são números realmente alarmantes e que afeta o clima local.

A industrialização na Coréia do Sul só cresce, e consequentemente, a poluição também. O país tem um plano para reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 37% até 2030.

coreia-do-sul-poluicao

7. Irã – Emissão de: 618.197,22 Ktons de CO2

Como todo mundo sabe, o Irã é extremamente quente, e atualmente, as ondas de calor têm sido cada vez mais frequentes. A situação é tão alarmante que até 2100, se as emissões de carbono não forem cortadas, a costa iraniana, Qatar, Dubai e outras áreas nas proximidades poderão se tornar inabitáveis.

ira-poluicao

6. Alemanha – Emissão de: 767.145,57 Ktons de CO2

A Alemanha tem se dedicado bastante para mudar o quadro atual do país, principalmente no investimento de suas energias atuais. Ela pretende mudar sua principal fonte de energia para fontes renováveis.

No último ano, a Alemanha anunciou que 78% de toda eletricidade do país vem de fontes de energia renováveis. As emissões de dióxido de carbono estão reduzindo e espera-se, que continue assim nos próximos anos. Afinal, o país planeja cortar as emissões de gases de efeito estufa até 2020 e até 95% em 2050, mudando para energias renováveis em todos os setores. Uma consciente iniciativa do país.

alemanha-poluicao

5. Japão – Emissão de: 1.278.921,81 Ktons de CO2

As emissões constantes de dióxido de carbono no Japão são uma das mais preocupantes dessa lista, pois só aumentam e já atingiram 1.2 bilhões de toneladas em 2014. É uma das nações que mais são afetadas pelas mudanças no clima.

As tempestades constantes, o calor extremo e o aumento dos níveis de água são apenas alguns dos efeitos mais conhecidos no Japão. Até 2030, o Japão pretende reduzir suas emissões de dióxido de carbono em até 26%.

japao-poluicao

4. Rússia – Emissão de: 1.766.427,27 Ktons de CO2

A mudança climática está sendo aos poucos percebida por muitos cantos da Rússia. No entanto, os governos russos veem se manifestando e criando políticas que visam diminuir as emissões de gases de efeito estufa, o mais breve possível.

Atualmente, o país se comprometeu a manter seu plano de reduzir suas emissões de gases de efeito estufa em 25 a 30% abaixo, comparando aos níveis emitidos no ano 1990.

russia-poluicao

3. Índia – Emissão de: 2.341.896,77 Ktons de CO2

A Índia também está entre as que estão tomando medidas emergenciais para diminuir a emissão de dióxido de carbono no ar. A previsão é de que consiga reduzir em 33 a 35% até 2030. O governo também determinou o mesmo prazo para que possa atrair mais fontes de energia renováveis.

india-poluicao

2. Estados Unidos – Emissão de: 5.334.529,74 Ktons de CO2

O país concluiu que mais de 5.3 bilhões de toneladas de CO2 foram lançadas na atmosfera em 2014. Para efeitos de comparação, apenas 28 estados membros da União Européia geraram 3.4 bilhões de toneladas de CO2 no mesmo ano. Absurdamente alta, não é atoa que eles estão em 2º lugar nessa lista.

Mas, os Estados Unidos vem se conscientizando do mal que estão causando, devido a isso lançara uma proposta ambiciosa, em que pretendem reduzir as emissões de dióxido de carbono em até 32%, de 2005 até 2030, investindo gradativamente na utilização de energia renovável em 30% no mesmo ano.

estados-unidos-poluicao

1. China – Emissão de: 10.540.749,59 Ktons de CO2

A China é de longe a mais preocupante dessa lista. A situação se estende por anos, e é tão grave as condições de vida da China devido a emissão do dióxido de carbono, que as pessoas tem que sair de casa usando máscaras, pois o ar não é respirável. Para agravar ainda mais a situação, a China é o país mais populoso do mundo.

Segundo pesquisas constantemente realizadas, a poluição do ar no país é tão alarmante que causa 1.6 milhões de mortes prematuras por cada ano.

Imagens incríveis da poluição na China

As emissões de CO2 na China só tem aumentado, desde o ano de 2010 que ela continuam acima dos 9 bilhões de toneladas, apesar de alguns esforços do país para se retratar como um dos maiores combatentes do aquecimento global, esse quadro não tem tido alteração. Até agora, o país deseja colocar em prática um novo sistema nacional para limitar as emissões de carbono, que deve se iniciar em 2017.

china-poluicao

VEJA ESSES ARTIGOS TAMBÉM:

Deixe seu comentário

Clique aqui para deixar um comentário