Curiosidades Mistérios

Curiosidades e mistérios sobre a Ilha de Páscoa

Ilha de Páscoa é uma ilha vulcânica, sendo seu território em forma de um triângulo, considerada então o pedaço terra mais isolada do mundo. Localizada no sul do Oceano Pacífico e a 3.700 km de distância da costa oeste do Chile e constitui a província chilena de Ilha de Páscoa. A ilha é famosa por suas gigantes estátuas de pedras, denominadas como os moais.

A ilha surgiu após três erupções vulcânicas há milhões de anos, em épocas distintas, porém, os vulcões nunca mais entraram em erupção, permanecendo adormecidos, a cada erupção ocorrida, formava uma parte de um triângulo, sendo então ocorridos ao longo do tempo, três erupções.

A ilha tem uma área de 179 km2, e nível de 510 metros do nível do mar. Não possui vales profundos, sendo bem suave sua topografia, somente as crateras e encostas que são mais íngremes.

Para os colonizadores, a ilha foi sempre um grande desafio, devido a sua geografia. O clima é quente para os europeus e norte-americanos e frio se comparar com as demais ilhas da Polinésia.

O oceano é muito frio, portanto, não permitindo assim a formação de recifes de coral, consequentemente, limitando a quantidade de espécies de peixes para apenas 127 tipos, ocasionando então, menos fontes de alimentos. Em relação  água potável é bem limitada, devido a água da chuva que se infiltra rapidamente no solo vulcânico e poroso da ilha.

1. O Rapanui

O Rapanui ou Rapa Nui eram os nativos da Ilha de Páscoa, compondo 60% da população total da ilha. Seu idioma era o Rapanui, mas o idioma atual da ilha é o Espanhol. Conforme o censo de 2002, haviam 3.304 habitantes, sendo os possíveis construtores das estátuas Moais. Sua maior fonte de renda é o turismo, que atrai turistas de todo o mundo para conhecer as famosas estátuas gigantes dos Moais.

2. O que aconteceu com o Rapanui?

O Rapanui é uma civilização extinta conforme nossos livros de história, mas até hoje especialistas não sabem o que realmente aconteceu, alguns estudiosas dizem que os Rapanuis devastaram os recursos naturais da ilha, provocando então um desequilíbrio que causou seu próprio extermínio. A floresta desapareceu e todas as suas espécies de árvores também.

3. Vigilantes da Ilha de Páscoa

A ilha é um dos locais mais curiosos e misteriosos do mundo. Os verdadeiros vigilantes são as famosas estátuas de pedras chamadas de Moais. Eles tem faces simétricas e arcos originais lábios de pedra vermelha chamada Pukao delineado.

4. Dimensões das estátuas de pedra

Suas dimensões são impressionantes, variando de 4 a 11 metros e chegando a pesar 200 toneladas, o que nos faz pensar como a população da ilha consegue deslocar essas enormes estátuas. Na ilha ainda existem mais de 400 Moais que não foram terminadas. Mistério.

5. Mistério da Ilha de Páscoa

De acordo com o que os arqueólogos encontraram, os peixes foram substituídos por outros animais e aves, pois os Rapanuis deixaram de pescar, e passaram por uma forte crise, fome, guerra e mortes, sendo então uma das razões pelas eles foram deixando a ilha de Páscoa.

6. Novas e curiosas descobertas: Ratos?

Segundo os cientistas Hunt e Lipo, vários depósitos foram encontrados em Anakema com uma enorme população de ratos que veio invadir a Ilha de Páscoa, além da invasão de vários colonos polinésios que trouxeram em seus barcos várias espécies de ratos, se multiplicando rapidamente.

Devido a proliferação dos ratos, os pássaros foram ficando extintos, eles comeram as sementes das palmeiras e das plantações, trouxeram doenças, ocorrendo então, um colapso ecológico que a população não conseguiu evitar. No final, a civilização sofreu demais com a escassez dos recursos naturais e não conseguiram sobreviver na ilha e tiveram que migrar para outros locais até sua extinção.

REDES SOCIAIS