Conheça as 7 bruxas mais famosas da história

Conheça as bruxas mais famosas da história

Ao longo da história, muitas mulheres foram acusadas de feitiçaria pelos seus concidadãos. A ignorância, o medo ou inveja simplesmente levou a ser acusado, torturados e muitas vezes morrem na fogueira. Atualmente, parece impossível para qualquer um acreditar que ter certos atributos físicos ou cura com remédios naturais pode pensar que você era uma bruxa, mas foi bem ao longo de muitos séculos. Vamos conhecer as mais famosas bruxas da história.

1. The Crucible (As Bruxas de Salém)

Na pequena povoação de Salém, Massachusetts, entre 1692 e 1693, cerca de 20 pessoas, entre elas,  14 mulheres foram executadas sob a acusação de feitiçaria. O medo dessa prática se iniciou quando uma escrava negra chamada Tituba contou algumas histórias vudus (religião tradicional da África Ocidental) a amigas, que, por esse fato, tiveram pesadelos. Um médico que foi chamado para examiná-las disse que as moças pareciam estar “embruxadas”.

Os julgamentos das Tituba e de outras foram realizados perante o juiz Samuel Sewall. Cotton Mather, um pregador colonial que acreditava em bruxaria, encarregou-se das acusações. O medo da bruxaria durou cerca de um ano.  Foram presas cerca de cento e cinquenta pessoas. Mais tarde, o juiz Sewall confessou que as suas sentenças haviam sido um erro, e pediu desculpas publicamente por seus atos, pois as alegações haviam sido apenas baseadas em rumores.Bruxas de Salem

2. As Bruxas de Zugarramurdi

O caso das Bruxas de Zugarramurdi ocorreu na Espanha, sendo considerado um dos mais famosos casos na história dos conhecidos julgamentos de bruxas. O foco da feitiçaria foi encontrado na localidade do Pyrenees navarro de Zugarramurdi e o processo foi conduzido pelo tribunal da Inquisição espanhola em Logroño.

O episódio ocorrem em 7 e 8 de Novembro de 1610, sendo que dezoito pessoas foram reconciliados porque confessaram os seus pecados e apelaram à mercê do tribunal, mas os seis que resistiram foram queimados vivos e cinco delas morrido na prisão.

As Bruxas de Zugarramurdi

3. As Bruxas de Berwick

Os julgamentos das bruxas de North Berwick ocorreu entre 1590 e 1592, e foram uma série de julgamentos envolvendo um notável número de pessoas de East Lothian, na Escócia, acusadas de bruxaria. Eles ocorreram por dois anos, implicando setenta pessoas. As “bruxas” realizavam seus clãs na Auld Kirk Green, onde hoje é a moderna North Berwick Harbour. As confissões foram extraídas por meio de tortura em Edimburgo.

As Bruxas de Berwick

4. Alice Kyteler

Dame Alice Kyteler (1280 – depois de 1325) foi a primeira pessoa gravada condenada por bruxaria na Irlanda . Ela fugiu do país, mas seu servo Petronilla de Meath foi açoitado e queimado até a morte na fogueira em 3 de Novembro 1324. Kyteler se caso quatro vezes, sendo acusada de envenenar seu quarto marido. Como o assunto não progrediu por causa do contato social, torturaram sua empregada.

Alice Kyteler

5. Joan Whytte

Joan Wytte nasceu em 1775 em Bodmin, Cornwall. Ela foi muitas vezes chamada de a “Mulher Fada de Combates”, ou a “Bruxa Wytte”.

Joan era uma famosa vidente, e muitas pessoas procuravam seus serviços como curandeira e vidente. Suas práticas de cura incluia o uso de “clooties” (ou “clouties”), tiras de pano retirada de uma pessoa doente e amarrada a uma árvore ou a um poço sagrado como uma forma de simpatia, de modo que acreditava-se que a doença ficava todo no pano, desaparecendo completamente do doente.

Mais tarde, Joan se tornou uma pessoa muito mal-humorado, devido a um abscesso no dente, e gritava com as pessoas. Além disso, ela se envolvia nas lutas, exibindo uma força notável e as pessoas passavam a acreditar que ela estava possuída pelo demônio. Ela acabou sendo presa em Bodmin Jail, não por bruxaria, mas para brigas em público, e devido a más condições na prisão, Joan morreu de pneumonia brônquica com a idade de 38. Seus ossos foram recolhidos e exibidos em um museu local, juntamente com o seu caixão, que foi usado nas sessões.

Joan Whytte

6. Marie Laveau

Marie Laveau, nasceu em 10 de setembro de 1782 e faleceu em 16 de junho de 1881, foi uma conhecida praticante de vodu dos Estados Unidos, sendo chamada até hoje de a Rainha dos Vodus.

Supõe-se que ela tenha nascido no Bairro Francês de Nova Orleans, Louisiana, filha de um agricultor branco e uma mulher negra. Ela casou-se com Jacques Paris, um negro livre, em 4 de agosto de 1819; sua certidão de casamento foi conservada na Catedral de Saint Louis, em Nova Orleans.

Marie Laveau tornou-se cabeleireira e trabalhou para famílias brancas abastadas. Ela arranjou um amante, Luis Christopher Duminy de Glapion, com quem viveu até a morte dele, em 1835.

Sobre sua carreira como paranormal, pouco pode ser dito conclusivamente. Diz-se que tinha uma cobra chamada Zumbi. Tradições orais sugerem que a parte oculta de sua magia era uma mistura sincrética de crenças católicas com espíritos de cultos africanos e outros conceitos religiosos.

Marie Laveau

7. Madame Blavatsky

Elena Petrovna Blavatskaya, mais conhecida como Helena Blavatsky ou Madame Blavatsky, foi uma prolífica escritora russa, responsável pela sistematização da moderna Teosofia e cofundadora da Sociedade Teosófica.

Suas relações com o Espiritismo evoluíram de um agudo interesse e envolvimento inicial para uma posterior rejeição. De início considerou essa prática como de grande valor para a comprovação da existência do mundo invisível dos espíritos, como base de sua luta contra o materialismo e ceticismo da Ciência.

Fundadora da sociedade espírita no Egito, e nos Estados Unidos se envolveu ativamente com vários médiuns, produziu vários fenômenos e gerou acesa polêmica, mas finalmente acabou vendo este método como excessivamente passivo e descontrolado, como um recurso limitado e pouco fiável para a investigação profunda do mundo espiritual, e demasiado sujeito a manipulações, fraudes voluntárias e equívocos involuntários. Foi uma grande defensora da reencarnação e escreveu vários livros sobre espiritismo. Ela morreu em Londres em 1891.

Madame Blavatsky

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Curta nossa página

Parceiro

O Super Curioso