Curiosidades

As 10 pimentas mais fortes e ardidas do mundo

A Escala de Scoville é usada para medir o grau de ardência ou pungência de plantas Capsicum, como as pimentas ou malaguetas.

O farmacêutico, Wilbur Scoville desenvolveu em 1912 um método para medir o “grau de calor” das pimentas. Este teste é chamado de Teste Organoléptico de Scoville ou Procedimento de Diluição e Prova.

A substância Capsaicina, aquela que gera a ardência nas pimentas, quando pura, equivale a 15 milhões de unidades Scoville. Portanto, o poder da pimenta é medido nesta escala. Por exemplo, a pimenta mexicana Habanero possuí cerca de 250 mil unidades Scoville. Já a “Red Savina Habanero”, quando modificada, pode chegar a 577 mil unidades e a Tezpur indiana chega a 877 mil unidades. Vejamos então, o Rank das pimentas mais quentes do mundo.

10. Red Savina Habanero (Savina Vermelha)

Surgiu no início dos anos 90 por Frank Garcia em Walnut, na Califórnia. Os métodos permanecem em segredo até hoje, Red Savina Habanero era protegida sob a Plant Variety Protection Act até 5 anos atrás, em 2011. Na escala Scoville ela tem 248.556 unidades de calor Scoville, SHU.

Red-Savina-Habanero

9. Naga Morich

A Naga Morich, mais conhecida como Dorset Naga no Reino Unido tem exatamente 1.000 de unidades na escala Scoville. Ela se originou em Bangladesh e Nordeste da Índia, e vem de uma variação das espécies chinesas de pimentas.

Naga-Morich

8. Ghost Pepper (Bhut Jolokia)

Originária de Assam, na Índia, a Ghost Pepper em 2007 foi considerada pelo Guinness World Records como a pimenta mais ardida do mundo, após medir 1.041 milhões de unidades na escala Scoville. Mas, perdeu o título em 2011 para a Infinity Chili.

Ghost-Pepper

7. Infinity Chili

De acordo com a escala Scoville, a Infinity Chili tem 1.067 milhões de unidades. O criador dessa pimenta foi o inglês Nick Woods de Grantham e foram longos 5 anos tentando aperfeiçoar as espécies chinesas híbridas e seu cultivo antes de finalmente acertar na medida.

Infinity-Chili

6. Bedfordshire Super Naga

Genovese descobriu a combinação perfeita dessa pimenta que mede 1.120 milhões de unidades na escala Scoville. Nos seus rótulos são sinalizadas advertências de a “A Pimenta Mais Quente”, e “Nunca tocá-la sem luvas!”. Essa pimenta é raridade, sendo muito difícil encontrá-la.

Bedfordshire-Super-Naga

5. Trinidad Moruga Scorpion

Nativa do distrito Moruga, na região de Trinidad e Tobago, Moruga Scorpion foi desenvolvida pelo nativo de Trinidad, Wahid Ogeer, e foi reconhecida como a pimenta mais quente do mundo em 2012, pelo Chile Pepper Institute de New Mexico State University.

Ela mede mais de 1.200 milhões de unidades na escala Scoville, extremamente ardida. Quem já teve o prazer de experimentá-la a descreve como uma pimenta doce, quente e de sabor frutado.

Trinidad-Moruga-Scorpion

4. Naga Viper

A Naga Viper atingiu uma quebra de recorde de 1.382 milhões de unidades de Scoville, e ganhou o título de a pimenta mais quente do mundo em 2011.

Naga-Viper

3. Komodo Dragon Chilli Pepper

Essa pimenta é comercializada pela Tesco, elas medem incríveis 1.400 milhões de unidades na escala Scoville e vem com um aviso, “Não consumir inteira. Não tocar sem luvas”. Só de olhar já ardem os olhos.

Tescos-Komodo-Dragon-chilli

2. Trinidad Scorpion Butch T

Proprietário da Butch Taylor de Crosby, Mississippi, nos Estados Unidos, Butch T. Ela mede os impressionantes 1.463 milhões de unidades da escala de Scoville.

Em 2011, foi classificada pelo Guinnes como a pimenta mais forte do mundo, e manteve o título por 3 anos consecutivos.

Trinidad-Scorpion-Butch-T

1. Carolina Reaper

Criada em estufa por Ed “Smokin” Currie que dirige PuckerButt Pepper Company em Fort Mill, Carolina do Sul, nos Estados Unidos, ela mede 1.569 milhões de unidades na escala Scoville. Ela ganhou seu título no Guinness World Records no verão de 2013 e desde então permanece no topo das pimentas mais quentes do mundo. E aí, vai encarar?

Carolina-Reaper

FONTE (S): Wikipédia

REDES SOCIAIS