A terrível doença psiquiátrica chamada de “Síndrome de Münchhausen”

Síndrome de Munchhausen

Síndrome de Münchhausen é um transtorno factício, uma doença psiquiátrica onde o paciente de forma compulsiva, deliberada e contínua, provoca, causa ou simula sintomas de doenças para que consiga a atenção e simpatia da pessoas, onde elas esperam que as pessoas sintam dó ou pena devido a situação que a pessoa está passando.

Em alguns casos extremos, pessoas com esta síndrome estuda a fundo alguma doença para conseguir produzir os sintomas com maior precisão. Por exemplo, pode injetar na veia um material infectado, causando uma infecção, enquanto o hipocondríaco realmente acredita que está doente.

coquetel de medicamentos

Caso verídico ocorrido nos Estados Unidos

Esses dias assisti no canal fechado “Investigação Discovery” a história terrível de uma mulher que foi diagnosticada com esse distúrbio. Ela simplesmente matou todos os seus filhos, que somavam sete, dentre esses, um bebê adotado. A maioria foi morta por ela ter ocasionado um incêndio na casa em que morava, já as demais crianças que ela teve posteriormente, foram mortas de doenças que os médicos não conseguiram identificar.

Os vizinhos comovidos com as perdas constantes dos filhos, procuraram ajudá-la como podiam, mas começaram a achar estranho que seus filhos adoeciam, e após morriam e que anteriormente ela havia perdido 3 dos seus filhos em um incêndio. No velório das crianças, as pessoas se solidarizaram com a dor imensa da mãe devido a tragédia em família, e procuraram dar a máxima atenção necessária a essa mãe desamparada, sem nem ao menos imaginar que a causadora de todas essas mortes, era a própria mãe. Ah, antes que alguém questione, o marido também morreu no primeiro incêndio.

Mais tarde, após diversas investigações, os detetives conseguiram provas de que as mortes foram todas ocasionadas pela própria mãe, então psiquiatras a diagnosticaram com Síndrome de Münchhausen, mas, mesmo comprovada sua doença ela pegou pena de morte.

Terrível esse caso, não é mesmo? Se gostou, compartilhe e comente!

VEJA ESSES ARTIGOS TAMBÉM: