Blogueiros Motores de Busca SEO

20 dicas para melhorar a posição do site no google

1. Pagerank- Aprenda a melhorar o pagerank do seu site

SEO (Search Engine Optimization) é um sistema que permite melhorar o posicionamento do seu site em todos os aspectos, melhor visitação, melhor posição nos motores de busca, melhor PageRank, melhorando esses aspectos, consequentemente melhor rentabilização nos sistemas de afiliados.

2. Sobre os motores de busca

Os principais motores de busca vasculham o conteúdo de seu site de tempos em tempos e filtram os conteúdos e páginas que são realmente importantes para os buscadores, normalmente são as palavras que mais as pessoas buscam na internet.

Nesse artigo disponibilizo algumas dicas importantes para melhorar o PageRank do seu site, sendo o único objetivo aumentar o número de visitas através dos sistemas de buscas, para aumentar a quantidade de visitas temos que nos adequar e efetuar algumas mudanças no site, consequentemente os motores de busca irão começar a priorizar os resultados mais relevantes, colocando seu site melhor posicionado nos resultados das pesquisas.

3. Texto dos links

Os dispositivos de busca conferem se o texto, ou artigo escrito por você pesquisado pelos internautas estão realmente dentro de um link, ou seja, um post/página que realmente exista. É bom que esse texto exista para dar mais peso e credibilidade, caso não, com certeza você estará perdendo visitas, sendo assim, seu site tem que estar redondinho. Não é aconselhável você utilizar palavras como “clique aqui” ou mesmo sinônimos, ou até mesmo pegar um texto, traduzi-lo e coloca-lo em seu site, o Google em específico entende como conteúdo duplicado.

4. Tag Title

Um dos aspectos mais importantes de início, você poderá definir sua Tag Title através de programas como o WordPress SEO, ou similares, pois esse será o título do seu site, é o que vai aparecer nos resultados das pesquisas e no topo da janela dos navegadores, ou até mesmo nos rodapés, se atente a isso.

Utilize palavras-chaves que realmente tenha haver com seu site,evite poluir seu texto como palavras confusas, outro detalhe, tem limite para o texto, normalmente o Google lê até 70 caracteres, então, seja o mais objetivo possível.

5. Uso de palavras-chave dos artigos

São as palavras pesquisadas tanto pelos sistemas de busca, quanto internamente. Os Plugins de SEO tem sistemas para verificar a densidade das palavras-chaves utilizadas no texto. Pelo sistema do Google Analytics você poderá obter um relatório das palavras-chave mais pesquisadas e relevantes, de onde eles vem, navegadores que utilizam, resumindo, é um relatório bem completo, vale a pena se cadastrar e obter esse sistema.

6. Acessibilidade dos artigos

Normalmente esses motores de buscas utilizam um sistema chamado “Spiders”, se esses spiders não conseguirem chegar ao seu site, consequentemente não irão indexar suas páginas e seus artigos, sendo assim, você não irá atrair visitas para um site que não aparecerá nos resultados de busca. Erros na indexação pode ocorrer, caso exista, pode ser por diversos fatores, como por exemplo, links quebrados, requisição de Plugins ou até mesmo redirecionamento por url que os spiders não conseguem acompanhar.

7. Links para páginas internas

Quanto você criar páginas no seu site,exemplo, fale conosco, Plugins, ferramentas, aplicativos, saiba que elas podem ser medidas através da quantidade de links internos que levam a ela. Uma página com muitos links internos é extremamente importante, desde que não sejam links do tipo “clique aqui”, mais sim links que levam uma página para outra página ou posts do seu site, para você ter uma ideia, uma página que não possui links internos é mais difícil de ser considerada pelos motores de busca.

8. Conteúdo do site

Definir bem o conteúdo e ser objetivo pode sim ajudar a melhorar o ranking do seu site, pois as pessoas procuram diversos assuntos na internet e você colocando assuntos que estão em evidências, com certeza atingirá uma grande quantidade de leitores. Seu site pode ser pequeno, porém poderá aparecer antes de muitos outros sites grandes que não possuem foco no conteúdo.

9. Links externos (Backlinks)

Muitos sites atualmente efetuam “troca de links”, ou seja, você coloca um link do meu site no seu site e vice versa, procure efetuar essa troca com sites fortes e confiáveis, pois um site ruim e de baixa visitação não te trará retorno nenhum.

10. Popularidade geral do site

Atualmente existem diversas maneiras de você divulgar seu site, seja por inclusão de url, ou até mesmo Redes Sociais, atualmente essas redes sociais estão em alta, então é extremamente importante você se manter atualizado e cadastrar seu site para que seus leitores tenham acesso ao conteúdo por meio dessas redes sociais.

O Facebook possui um formulário de comentário que pode ser adicionado no final dos seus artigos, ou seja, o pessoal comenta um artigo e já cai direto nas publicações do Facebook, interessante né?

Bom, então saiba que quanto mais popularidade nessas comunidades melhor o posicionamento no pagerank.

11. Spam de palavras-chave

Encher as palavras-chave de palavras sem sentido, ou até mesmo que não tenha haver com o artigo não irá deixar suas páginas mais relevantes, pelo contrário, podem piorar o seu ranking no pagerank, então verifique a densidade das palavras-chaves para não perder o foco do artigo publicado. Eu utilizo o WordPress SEO Plugin que faz esse serviço dentre outros importantíssimos.

12. Semântica do artigo

A utilização das tags corretamente nos títulos (h1), de parágrafos (p), de subtítulos (h2) e assim por diante tem uma enorme relevância nos artigos como um todo, então não exite em utilizar essas tags.

13. Tempo do site

O tempo de existência do seu site também conta muito no seu PageRank, pois quanto mais antigo, maior confiabilidade e com base nesse tempo esses sites tem prioridade nos resultados dos motores de busca.

14. Meta tags

Tags colocadas entre o (head) e o (/head), por exemplo, a de descrição do site (meta name=”Description” content=”Descrição”). O Google por exemplo não dá relevância as Meta Tags, então aí é um assunto pessoal, afinal de contas o Google atinge uma enorme fatia desse sistema de busca.

15. “Alt” em Imagens

É o uso da propriedade alt na hora de inserir uma tag de imagem (img alt=”Artigo sobre WordPress”). Pode ser mais considerada em buscas específicas por imagens.

16. Escolha do nome do domínio

Em alguns casos, o uso de hifens pode sugerir uma qualidade menor ou mesmo um site de spam.

17. Mapa do site

Pra mim é um fator importantíssimo, não deixo faltar em nenhum dos meus sites (pois quando possuem mapa do site passam maior confiança para os sistemas de busca e muitos deles indexam seu conteúdo pelo mapa do seu site.

18. Extensões do domínio

Extensões conhecidas como: “.edu”, “.gov”, “.mil” tem maior relevância do que as “.com”, “.net” e similares.

19. Tamanho da URL

É um componente que se analisa para ponderar a confiança do site. URLs longas podem ser interpretadas como não-usáveis ou spam.

20. Links quebrados

Evite ao máximo links quebrados, existe um plugin no WordPress que te ajuda a localizar e a consertar os links quebrados, mais conhecidos como erros 404.

Bom pessoa, espero ter ajudado!

ESTÁ DIFÍCIL ACOMPANHAR TODOS OS ARTIGOS?
Receba diretamente em seu e-mail, um resumo com os novos artigos.

REDES SOCIAIS

Parceiro